quanto vale o meu trabalho?



assim se inicia um post riquinho para vocês.
em disparada, a pergunta mais recebida no meu direct do instagram!

assim como vocês, lá atrás eu não sabia bem como cobrar.
estudei, pesquisar, perguntei para amigos, li a respeito e agora POSSO escrever sobre.

falando a respeito de "PRECIFICAÇÃO"

trabalho com um valor MÉDIO para o cliente se basear, explicando - sempre - que cada projeto tem suas peculiaridades, como: cores, técnicas, deslocamento, medida da parede, que tipo de parede (lisa, muito porosa, muito alta - que tenha interferência de estruturas como andaimes, escadas maiores) - POR ISSO VALOR MÉÉÉÉÉÉDIOOOOO. pode ser mais ou menos.

EU - minha pessoa como ser humano artista nessa terra - cobro por metro quadrado.

- TEMPO
é em cima da medida que calculo a média de tempo que vou levar para finalizar o trabalho. ela é meu ponto inicial. com o briefing traçado e o layout pensado eu já vejo se preciso de mais de um dia, ou vários dias, e isso claro tem mais custos. 

- TÉCNICA - 
trabalho com lettering, pintura, ilustração, desenho - qual será feito? 
um demora muito mais que outro.

- CORES -
se for pintura, tenho que levar uma mala de viagem daquelas das grandes (e muitas vezes tem escada para subir ela no muck)

- DESLOCAMENTO -
- oi tudo bem? to "naonde" o judas perdeu as bota, cê vem pra cá? 
- vou meu fio, mas tem um preço, tudo bem?
- tudo sim!
- então tudo bem!
- fechou?
- fechou!
- bóóóóóóra!

- ESTRUTURA -

você paga aluguel?
quanto você gasta por mês de tinta, marcador, pincel?
alimentação, uber, gasolina, luz. 
assistente, secretária. hoje tenho uma que cuida de tudo pra mim!

põe tudo no papel! quanto você PRECISA para cobrir esses custos?
divide isso nos dias úteis. (ou não úteis, as vezes faz parte abrir exceções)
em cima disso, você em média seu valor mínimo para trabalho por dia para não levar prejuízo.

com o tempo você vai entendendo que não vale a pena pegar certos trabalhos e vai se colocando no mercado filtrando o que você faz que lucra mais, com o que você mais gosta de fazer.

- NOME -
todo mundo sabe - numa mesma parede - há artistas que cobram 100,00 e outros 10.000,00.
isso vai da experiência, renome, estilo, postura do artista no meio do mercado, classe social a ser atendida.
todos sabem que uma obra de arte vale muito, mas os artistas muitas vezes PENARAM para chegar até onde chegaram e se são valorizados as vezes com valores bizarros aos olhos de meros mortais "normais" rsrs... é porque de certo modo mereceram, então vamos nos colocar onde queremos estar e trabalhar para isso.

mais perguntinhas:

> quanto minha arte vale? 
as vezes vale consultar concorrentes (concorrentes coerentes, não se compare - se você está começando - 
com alguém que está a 75 anos no mercado e já colocado. 
> quanto investi em mim e ainda tenho a investir? 
livros, cursos livres, workshops, especializações, faculdade, o que for.
> como vejo meu trabalho? 
estou pronto? meu traço está certo? tenho a técnica já manjada?
> qual classe social atinjo? 
quem são de fato, os meus clientes?


GENTE, NÃO EXISTE COLOCAR PREÇO NO TRABALHO DOS OUTROS. 
muitas vezes recebo "quanto devo cobrar?" meu filho, e eu lá sei o quanto cê gasta pra fazer e quanto você tem de técnica pra isso? só tu sabe!

NÃO EXISTE FÓRMULA MÁGICA.
TRABALHANDO QUE SE CONQUISTA SEU ESPAÇO NESSA NOSSA ÁREA.



SERÁ QUE COBREI CERTO?
mesmo com a experiência ainda "apanho"
hoje claro, muito menos
mas acontece.


espero ter ajudado pelo menos um tiquito.
besos besos.


***

bônus:


abaixo, tem uma tabela atualizada (2016-2018) da ADEGRAF
(Associação dos Designers Gráficos do Distrito Federal) 
- tabela referencial de valores -
pode ajudar a quem tem noção nenhuma e vale a leitura.
(lettering se encaixa em ilustração)


 

Ágatha Rolim © Todos os Direitos Reservados | Desenvolvido por Onzeweb.